Fala e Linguagem

Dislexia

A dislexia é um distúrbio específico da linguagem escrita, caracterizada por dificuldades persistentes na decodificação leitora, isto é, na identificação ou reconhecimento das palavras impressas durante a leitura e também pela presença de um grande número de erros ortográficos. A dislexia pode estar presente em crianças inteligentes e saudáveis, com boas oportunidades pedagógicas e socioculturais, sem déficits sensoriais ou emocionais. Apesar de todas essas condições favoráveis para uma boa aprendizagem, o disléxico evidencia uma dificuldade significativa, constante e acima daquilo que é esperado para aprender a ler e escrever.

As dificuldades que caracterizam a dislexia se evidenciam, mais nitidamente, quando tem início a alfabetização. A criança tem limitações para identificar os sons que compõem as palavras faladas e para compreender as associações entre letras e sons, o que provoca as dificuldades em termos de reconhecimento das palavras e de compreensão dos textos lidos. Os erros de escrita, que podem envolver desde dificuldades em compreender como se escrevem as palavras até omissões e substituições mais pontuais de letras também são muito comuns.

As dificuldades que caracterizam a dislexia tendem a ser persistentes e a acompanhar as pessoas durante toda a vida. Quando devidamente assistidos, o que inclui abordagens terapêuticas apropriadas, os disléxicos podem apresentar grandes avanços e superar muitas das limitações inicialmente presentes. Porém, em situações de alta demanda, como no caso da leitura de textos com vocabulário menos conhecido, estresse ou cansaço, algumas dificuldades podem se manifestar de modo mais visível.

Caso seu filho apresente alguma dificuldade na leitura ou na escrita, marque uma consulta para podermos avaliá-lo.